Infra - SegurançaFeed de artigos deste autor

TMap Next(Test Management Approach) - Análise de Risco do Produto(PRA – Product Risk Analysis) - Parte 6

Conforme a própria definição do TMap Next, o teste de software é um processo que fornece visão e conselhos sobre a qualidade e riscos relacionados. Se a qualidade for inadequada, medidas podem ser tiradas como, por exemplo, o re-trabalho por parte dos desenvolvedores.

por Fábio Martinho Campos



TMap Next(Test Management Approach) - Análise de Risco do Produto(PRA – Product Risk Analysis) - Parte 6

Introdução

Conforme a própria definição do TMap Next, o teste de software é um processo que fornece visão e conselhos sobre a qualidade e riscos relacionados. Se a qualidade for inadequada, medidas podem ser tiradas como, por exemplo, o re-trabalho por parte dos desenvolvedores.

Levando-se ainda em consideração que os recursos de teste e tempo são limitados, tonar-se importante relatar o esforço de teste para os riscos do produto esperados, ou seja: mais testes em áreas de grande risco no software; menos testes aonde os riscos são pequenos.

NO RISK, NO TEST!

Escolhas bem definidas devem ser feitas neste contexto. Análise de Risco do Produto(PRA Product Risk Analysis) é uma ferramenta para ajudar a fazer estas escolhas.

“Uma Análise de Risco do Produto é uma analisar o produto que será testado com a intenção de atingir uma visão conjunta, para o gerente de testes e outros stakeholders, para as características do risco e partes do produto a ser testado, para que a profundidade do teste possa estar relacionada a esta visão.”

O foco da PRA é o risco do produto, por exemplo: qual é o risco para a organização se o produto não tiver a qualidade esperada?

Motivos geralmente conhecidos pela falta de qualidade são a presença de defeitos no software, baixa performance, dificuldade no seu uso, etc. todos estes são riscos que afetam a qualidade do software gerando insatisfações por parte dos clientes. Outros riscos podem ser levados em consideração, mostrados no template Checklist "Test

Fábio Martinho Campos

Fábio Martinho Campos - Bacharel em Computação pela UNITAU (Universidade de Taubaté), MBA em Gestão de Projetos pelo IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas-USP). Trabalhou no INPE-MCT (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) em São José dos Campos como analista de sistemas e desenvolvedor web da Intranet e Internet por dois anos. Trabalhou na empresa alemã Liebherr Guindastes e Máquinas Operatrizes como analista de sistemas e desenvolvedor web, atuando também como analista de processos para o projeto de GED (Gerenciamento Eletrônico de Documentos) da empresa. Na IBM Brasil trabalhou por um ano como analista de teste no GTO (Global Test Organization) e SEA&T (System Engineer Architecture and Test) no projeto internacional Blue Horizon Configurator. Ainda na IBM trabalhou no Projeto CADU e SCFI do Banco Bradesco. Possui as certificações CBTS (Certificação Brasileira de Teste de Software), CQA (Certified Quality Assurance), CST (Certified Software Testing), COBIT(ISACA), ISTQB/ISEB(CTFL) e IBM Certified Specialist – Software Quality. É palestrante da disciplina de Teste de Software e Qualidade de Software, contribui para o crescimento do mercado de Teste de Software no Brasil através de palestras e eventos em universidades.